A blefaroplastia é um tipo de cirurgia plástica que vem sendo muito procurada no mundo todo. Ela é indicada nos casos de flacidez das pálpebras, que ficam caídas, ou quando existem bolsas embaixo dos olhos, dando à pessoa um aspecto cansado e envelhecido. É normalmente procurada por pacientes mais velhos, com mais de 40 anos, mas pode ser feita em pacientes jovens quando o problema é genético.

Por não ser um procedimento tão reconhecido, é normal que as pessoas tenham muitas perguntas sobre a blefaroplastia. Hoje, vamos tratar de como o procedimento é realizado, o que deve ser feito no pré-operatório e quais são os cuidados pós-operatórios, para dar uma orientação inicial para quem planeja fazer a cirurgia.

Como é feita a blefaroplastia?

Para fazer a blefaroplastia, o médico precisa delimitar onde ele será realizada – na pálpebra inferior, superior ou nas duas. Um corte é feito na pálpebra em questão, retirando a pele, a gordura e os músculos em excesso. Depois, a pele é costurada.

A cicatriz fica escondida nas dobras da pele ou sob os cílios e, portanto, não fica visível. A anestesia costuma ser local e o paciente pode voltar para casa no mesmo dia, depois de ficar algumas horas e observação. Todo o procedimento leva de 40 minutos a 1 hora – ou seja, ele é rápido e simples.

Prevenções pré-operatórias

Como em toda cirurgia, existem algumas prevenções que você deve seguir para que o procedimento ocorra corretamente e o pós-operatório seja melhor. As prevenções pré-operatórias da blefaroplastia são:

  • Faça os exames exigidos pelo médico e siga à risca todas as orientações que ele passar;
  • Se você tiver qualquer anormalidade física ou psicológica no período prévio à cirurgia, avise seu médico o quanto antes;
  • Caso você tome alguma medicação, informe ao seu médico. Alguns medicamentos terão que ser ajustados ou abolidos durante algum tempo. Siga as orientações dadas;
  • Chegue na clínica no horário informado de sua internação. Mesmo que seja uma cirurgia simples, você precisa ser preparado;
  • Respeite o período de jejum indicado pelo médico;
  • Não use maquiagem no dia da internação e evite acessórios (brincos, colares etc);
  • Evite fumar, ingerir bebidas alcoólicas ou comidas gordurosas o mais previamente possível antes da cirurgia. Quanto antes você começar a evitar esses itens, maiores as chances de ter uma cicatrização rápida;
  • Evite tomar aspirina, anti-inflamatórios e medicamentos naturais que possam aumentar o sangramento durante a cirurgia. Na dúvida, converse com seu médico;
  • Leve óculos escuros no dia da cirurgia. Eles serão úteis quando o procedimento tiver acabado e você puder ir para casa.
  • Saiba mais no [E-BOOK] CHECKLIST PRÉ OPERATÓRIO: “Tudo o que você precisa saber antes de ir para a cirurgia e ter os melhores resultados”

Cuidados pós-operatórios

Do mesmo modo, toda cirurgia exige cuidados após o procedimento, desde a hora que você deixa a clínica até semanas depois. Esses são os cuidados pós-operatórios da blefaroplastia:

  • Coloque compressas frias sobre os olhos para reduzir o inchaço. Elas podem ser feitas com soro fisiológico para limpar o local;
  • Utilize óculos escuros quando sair de casa para se proteger da luz solar e não causar manchas. Use protetor solar no rosto;
  • Não utilize maquiagem nos olhos ou perto dos olhos;
  • Durma de barriga para cima, com travesseiros sob o pescoço e tronco para manter a cabeça mais elevada do que o corpo;
  • Evite a movimentação excessiva da região da cirurgia;
  • Evite alterações climáticas bruscas;
  • Mantenha sua alimentação normal e não faça muitos esforços físicos;
  • Siga as instruções médicas e retorne para avaliação conforme for indicado. Esse é um elemento essencial para obter um bom resultado e realizar a manutenção da blefaroplastia.

Após a cirurgia, o paciente utiliza curativos por um tempo. É normal que fique também com alguns edemas no rosto, que devem sumir com o tempo. Os cuidados pós-operatórios devem ser mantidos por até 15 dias, mas o paciente deve voltar ao médico para uma consulta de revisão e retirada dos pontos.

Possíveis complicações

Como toda cirurgia, a blefaroplastia pode apresentar algumas complicações. É normal que o paciente fique com o rosto inchaço, pequenos hematomas e manchas roxas. Em geral, essas alterações desaparecem uma semana após a cirurgia. Mais raramente, nos dois primeiros dias, o paciente pode ter visão turva e sensibilidade à luz. Se você quiser acelerar a recuperação, pode realizar uma fisioterapia dermato funcional para combater o inchaço e remover hematomas.

Se você ainda tem alguma dúvida entre em contato com o Dr. Garabet!

Conheça a Clínica

A Clínica GKN – Dr. Garabet de cirurgia plástica é permanentemente atualizada para oferecer tecnologia de ponta, conforto e ambientes adequados a cada tipo de tratamento e atendimento. Acesse aqui e conheça mais sobre a clínica.

Está interessado em fazer uma blefaroplastia e quer saber mais sobre o procedimento? Confira nosso e-book sobre o assunto!

 

Confira mais sobre como rejuvenescer o seu olhar, clique aqui e baixe o e-book!