Entra ano, sai ano e existe uma coisa que não muda (pelo menos, para maioria das pessoas) — a renovação das expectativas, das esperanças, dos planos – e a determinação de novas metas para a vida.

Se você planeja, há tempos, aquela mudança em termos estéticos (ou mesmo se você decidiu isso recentemente), essa é uma boa hora para pô-la em prática. Investir na autoestima é uma ótima forma de começar bem um novo período, não acha?

Por isso, abaixo, listamos diversas cirurgias plásticas capazes de dar a você a motivação que precisa para realizar, durante o novo período que se aproxima, outras mudanças positivas e necessárias na vida. Acompanhe!

Cirurgias plásticas: uma “injeção de autoestima” para o novo ano 

Não são poucos os procedimentos disponíveis, atualmente. Basta descobrir quais são as suas frustrações em relação ao seu visual que, muito provavelmente, haverá uma solução. A seguir, apresentamos uma lista de cirurgias plásticas que podem ser, justamente, a mudança que você procura para dar início a um novo ciclo de vida.

Cirurgias plásticas para a área do rosto 

Dentre cirurgias faciais mais populares, estão:

Lifting facial

Também chamado de ritidoplastia, a técnica promove o rejuvenescimento do rosto, com a redução da flacidez e eliminação ou atenuação das rugas e marcas de expressão. Isso é feito por meio do reposicionamento dos tecidos enfraquecidos na região, do levantamento dos músculos da face, que cedem com o passar dos anos, e da retirada do excesso de pele existente.

Blefaroplastia

Este é um procedimento destinado a quem está insatisfeito com a situação das pálpebras, ou seja, aquela área ao redor dos olhos. A intenção da blefaroplastia é o tratamento dos excessos de pele tanto na parte inferior quanto superior dos olhos, chamados de bolsas de gordura palpebral. A cirurgia nas pálbebras é uma opção para quem deseja eliminar ou reduzir o semblante envelhecido ou cansado.

Bichectomia

A bichectomia é um tratamento estético cirúrgico voltado aos pacientes insatisfeitos com o tamanho ou formato de suas bochechas. Com a técnica, que se configura na retirada das chamadas bolas de Bichat, aquelas estruturas gordurosas, situadas entre a mandíbula e a maçã do rosto, é possível modelar a face com aspecto mais fino e contornado – veja como é o pós cirúrgico dessa operação.

Rinoplastia

A rinoplastia é a cirurgia plástica do nariz, que pode ter motivações tanto estéticas quanto funcionais. O procedimento é capaz, por exemplo, de mudar o tamanho ou formato do nariz, bem como resolver ou amenizar problemas respiratórios, como é o caso do desvio de septo, da carne esponjosa, e da sinusite.

Otoplastia

A otoplastia, por sua vez, é focada nas orelhas. Através dela, é possível criar um equilíbrio na proporção entre esta parte do corpo (melhorando tanto o formato, quanto a posição) e a face do paciente. Com o procedimento, também se consegue corrigir, por exemplo, um defeito de nascença na estrutura das orelhas, ou deformidades causadas por alguma lesão.

Cirurgias plásticas para o resto do corpo

Já, para o restante do corpo, algumas das principais opções de cirurgia plástica são:

Mamoplastia de aumento e mastopexia

A mamoplastia de aumento, feita através de um implante de silicone, é bastante conhecida e requisitada entre as mulheres. A técnica é usada para dar volume aos seios, ou restaurar o volume mamário perdido por conta de situações como a perda excessiva de peso ou amamentação.

Já a mastopexia, também conhecida como “lifting de mama”, é focada no levantamento e firmeza dos seios. A cirurgia plástica trabalha no reposicionamento da aréola e do tecido mamário, por meio da remoção do excesso de pele e compressão do tecido.

Lipoaspiração e Lipoescultura

Outra cirurgia plástica muito procurada entre os pacientes é a famosa lipoaspiração. O procedimento é eficaz na retirada do excesso de gordura do contorno corporal.

À lipoaspiração, no entanto, pode-se associar à chamada lipoescultura que, por sua vez, utiliza a gordura retirada do corpo para corrigir depressões ou aumentar o volume de algumas regiões da superfície corporal, como os glúteos, por exemplo – saiba  mais sobre os dois procedimentos!

Você também poderá ler: Lipoaspiração X Lipoescultura: qual o procedimento indicado para mim?

Abdominoplastia

Também chamada de plástica do abdômen, a abdominoplastia trabalha na remoção do excesso de pele e gordura, justamente, dessa parte específica do corpo. A técnica dá ao paciente  um perfil abdominal mais suave e tonificado, visto que, na maioria dos casos, ela restaura os músculos da região que estão enfraquecidos ou separados.

Dermolipectomia nos braços e coxas 

A dermolipectomia nos braços (também conhecida como braquioplastia) e nas coxas é indicada para quem possui excesso de gordura nessas áreas, bem como flacidez na pele dessas regiões.

A cirurgia plástica quando realizada nos braços, por exemplo, reduz a quantidade de pele e de gordura entre a axila e o cotovelo — remodelando essa parte do corpo, e deixando os braços aparentemente mais tonificados. O mesmo acontece quando o tratamento estético cirúrgico é aplicado nas coxas — o resultado é o remodelamento das coxas, por meio da redução do excesso de pele e de gordura, tornando-as mais proporcionais e aparentemente tonificadas.

Gluteoplastia

Por fim, há, ainda, opção para quem deseja aumentar os glúteos. Trata-se da gluteoplastia, uma cirurgia plástica indicada para quem possui nádegas pequenas — ou que, após um grande emagrecimento, teve o volume da região reduzido drasticamente.

Esse  tratamento estético cirúrgico pode ser feita através de dois métodos cirúrgicos diferentes: por meio da lipoenxertia ou da inclusão de prótese de glúteos.

Se você se interessou por alguma das cirurgias plásticas citadas acima, entre em contato com Clínica Dr. Garabet. Marque a sua consulta  e comece uma nova etapa em sua vida – “com o pé direito” e com a autoestima elevada!