Fazer a depilação é uma tarefa que deixa muitas mulheres frustradas. Todos os métodos mais convencionais trazem problemas e incômodos que fazem com que as pessoas adiem o processo e fiquem insatisfeitas com os resultados.

Alguns métodos são muito dolorosos, como a cera quente. Outros são ineficazes e precisam ser refeitos o tempo todo, como o uso de lâmina ou de cremes depilatórios. De qualquer modo, quem quer eliminar os pelos acaba tendo que voltar para a depiladora todos os meses, gastando tempo e dinheiro no processo.

Mas existe um método bem menos incômodo e bem mais eficaz que pode ser a solução.

Venha descobrir como a depilação a laser pode eliminar os pelos de uma vez por todas!

Como a depilação a laser pode eliminar os pelos?

A depilação a laser é um método para eliminar os pelos que vem se mostrando mais eficaz do que os métodos mais tradicionais, como a cera quente ou o uso de lâmina. Quando se faz essa depilação, a luz do laser é captada pela melanina, a substância que dá cor aos pelos.

Essa luz atinge os pelos e enfraquece os folículos, destruindo ou retardando sua capacidade de fazer com que outro pelo cresça. Mesmo quando os pelos não são eliminados na mesma hora, eles começam a crescer mais claros e finos.

A depilação a laser é realizada ao longo de diversas sessões. De acordo com a Sociedade Brasileira de Laser, em média, esse procedimento dura seis sessões. Em cada uma delas, muitos folículos são destruídos ou danificados, impedindo que mais fios cresçam.

É importante ressaltar que mesmo quem tem poucos pelos não consegue eliminar todos eles em apenas uma sessão. Até mesmo em áreas assim, o padrão de crescimento dos pelos é diferente e, por isso, sempre é necessário voltar.

Todas as sessões devem ter um intervalo entre si, de pelo menos 30 dias. Porém, não se preocupe: desde a primeira vez que você passa por esse procedimento, já é possível notar muita diferença.

Por que a depilação a laser vale a pena?

Entre os diversos métodos de depilação, a depilação a laser é o que demonstra mais vantagens. As aplicações costumam ser rápidas – uma sessão pode demorar menos de 10 minutos, dependendo da área – e são muito efetivas.

A depilação a laser pode ser chamada de definitiva, porque os pelos não voltam a crescer depois que todas as sessões terminam. A volta dos pelos só costuma acontecer em pessoas que têm alguma disfunção hormonal e, mesmo nesses casos, eles voltam mais finos, claros e imperceptíveis.

Muitas pessoas se perguntam, no entanto, se a depilação a laser é um processo doloroso. A verdade é que o desconforto causado pelo laser varia de acordo com a sensibilidade da pele, a área depilada e mesmo com outros aspectos, como o nível de estresse e o período no ciclo menstrual.

Porém, quem está acostumado com a dor causada pela cera quente não terá problemas com a depilação a laser. Em todo caso, é possível utilizar alguns anestésicos locais.

Outra prova de que a depilação a laser é mais vantajosa é que ela põe um fim em pelos encravados e foliculite, deixando sua pele mais lisa e saudável.

Quais são os cuidados necessários?

Como a depilação a laser é um processo mais delicado, é preciso tomar alguns cuidados após as sessões. Por exemplo, ficar sem tomar sol na área afetada por cerca de uma ou duas semanas, e utilizar protetor solar em todo o corpo, é uma forma de evitar problemas.

Outra recomendação importante é que não se tire os pelos que forem nascendo após as primeiras sessões pela raiz. Apenas métodos que os tiram por cima, como lâmina e cremes depilatórios, estão liberados. Lembre-se de que os pelos precisam estar visíveis para serem retirados.

Com pouco desconforto e muita eficácia, é assim que a depilação a laser pode eliminar os pelos de uma vez por todas. Ao contrário dos outros métodos, ela não deixa sua pele mais sensível, não causa alergias e nem precisa ser refeita o tempo inteiro. Por isso, é o método mais eficiente para se livrar dos pelos.

Ficou interessada e quer saber mais sobre a depilação a laser? Agende sua consulta com o Dr. Garabet!