Sabe aquela gordura abdominal difícil de eliminar e que joga a autoestima, especialmente feminina, lá para baixo? Pois bem, ela possui, sim, solução, em termos de procedimentos estéticos: a  abdominoplastia. Vamos conhecê-la?

Abdominoplastia: o que é e para quem é indicada

A cirurgia plástica do abdômen é um procedimento voltado, justamente, aos pacientes insatisfeitos com a região da barriga. A cirurgia tem por objetivo remover a gordura existente nessa área do corpo, bem como eliminar o excesso de flacidez da pele e as estrias ao redor do umbigo.

A abdominoplastia também é capaz de, na maioria dos casos, restaurar os músculos abdominais enfraquecidos ou separados e, desta forma, criar um perfil abdominal mais tonificado.

A procura por esse tipo de cirurgia é indicado, especialmente:

  • A quem possui a musculatura abdominal fraca, visto que o procedimento estabiliza a parede abdominal;
  • Às mulheres que passaram por uma ou mais gestações e, por isso, apresentam flacidez abdominal;
  • A quem possui muitas estrias na região da barriga e quer eliminá-las;
  • Aos pacientes que tiveram grande perda de peso em pouco tempo;
  • A quem acumula facilmente gordura na região abdominal, principalmente por questões genéticas.

O procedimento em três etapas

A abdominoplastia é feita, basicamente, em três etapas.

1) Anestesia:  Que pode ser peridural ou anestesia geral;

2) Incisão: Que costuma ser realizada de forma horizontal, na área entre a linha do púbis e do umbigo (na altura da cicatriz da cesariana). Nessa fase, os músculos abdominais separados são reaproximados por meio de suturas; já os excessos de pele e gordura são removidos.

3) Fechamento das incisões: Aqui, são usados adesivos de pele, suturas, fitas ou clipes.

Para isso, o tempo de internação costuma variar entre 12 e 24 horas.

Mas, e como fica a cicatriz da abdominoplastia?

O cirurgião pode usar três técnicas diferentes na hora de realizar a abdominoplastia no paciente. São elas:

A mini abdominoplastia: direcionada a quem apresenta excesso de pele entre o púbis e o umbigo. Nesse caso, a cicatriz é menor e fica localizada na região pubiana.

A abdominoplastia clássica: indicada a quem possui flacidez mais extensa na região abdominal. Bem por isso, essa técnica pode deixar uma cicatriz maior que a anterior, mas também localizada na região do púbis.

A abdominoplastia em âncora: em geral, direcionada a pacientes que possuem extrema flacidez na região do abdômen, tanto no eixo vertical quanto horizontal —  é o caso de quem perdeu muito peso em pouco tempo, por exemplo. Essa técnica deixa uma cicatriz em formato de “T” invertido, que lembra uma âncora, por isso o nome.

O pós-operatório da abdominoplastia 

Os cuidados no pós-operatório são fundamentais para que o paciente obtenha os melhores resultados possíveis depois de uma cirurgia plástica.

O paciente, em geral, precisa usar uma bandagem e malha elástica por cerca de 30 dias — esse processo ajuda a minimizar o inchaço, bem como sustentar os novos contornos do abdômen. Um dreno pode ser temporariamente necessário para a retirada do excesso de sangue e de fluido que podem se acumular na região.

Além disso, o paciente deve evitar  até a liberação médica — esforços e exercícios  físicosroupas justas (como calças e peças íntimas) e exposição ao sol ou mesmo ao calor, como compressas quentes na região. Ele também deve seguir as orientações do médico a respeito do tempo necessário até que possa voltar às atividades do dia a dia, como dirigir e trabalhar, por exemplo. Mas, para melhorar a circulação sanguínea, pode fazer pequenas caminhadas dentro de casa, sem grandes esforços e com o auxílio de outra pessoa.

Ainda, após quatro ou cinco dias da abdominoplastia feita, podem ser realizadas sessões de drenagem linfática para ajudar, especialmente, na redução de líquidos e na circulação do sangue.

Resultados: o que esperar logo após a cirurgia plástica 

Os primeiros resultados da abdominoplastia podem ser observados logo após o procedimento cirúrgico. A região abdominal, apesar de inchada, já mostra-se mais modelada.

A gordura, a flacidez — e a pele extra, dependendo do caso — já foram eliminadas ou, ao menos, reduzidas significativamente, mas o inchaço seguirá durante as primeiras semanas após a cirurgia. Ele diminuirá gradativamente, permitindo que, aos poucos, o paciente goze de um perfil abdominal cada vez mais tonificado.

Os resultados finais, porém, poderão ser observados entre oito e doze meses depois da cirurgia plástica. A cicatriz, por sua vez, fica em tom avermelhado nos primeiros meses, mas, com o tempo, começa a clarear. 

Agora que você já se informou a respeito da tão falada abdominoplastia, que tal se preparar para ter o abdômen dos seus sonhos? Entre em contato com Clínica Dr. Garabet e marque a sua consulta.

E enquanto você se prepara para essa “injeção de autoestima”, vale a pena conferir o nosso checklist pré operatório e descobrir tudo o que você precisa saber antes de ir para a cirurgia!