De acordo com um estudo feito pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, há um aumento de 60% na demanda de procedimentos cirúrgicos entre os meses de junho a agosto, ou seja, durante o inverno.

Apesar de não haver diferenças no resultado da cirurgia, podendo ser realizada em qualquer época do ano, os pacientes optam pelo inverno por algumas vantagens: geralmente é o período de férias; o paciente não deve se expor ao sol, e o período é favorável a isso; e o uso de cintas modeladoras, fundamentais em diversos tipos de procedimentos, é menos incômodo devido as temperaturas mais baixas.

Fora que durante o inverno as pessoas expõe menos os seus corpos, utilizando roupas mais largas, sendo vantajoso também para disfarçar qualquer procedimento realizado durante o período de recuperação, assim como é possível que os inchaços fiquem menores quando comparados aos dias mais quentes, especialmente quando se trata da lipoaspiração ou abdominoplastia. Some tudo isso ao fato de que muitos pacientes querem estar com os corpos esteticamente belos para o verão, e há um favorecimento da procura de cirurgias plásticas no inverno.

Não há melhor época para a cirurgia plástica

Como dito anteriormente, apesar de parecer mais vantajoso fazer os procedimentos cirúrgicos durante o inverno, não há diferença no resultado caso o paciente siga as recomendações médicas.

O que vale para alguém realizar uma cirurgia é estar em boa saúde física e mental, e procurar um bom cirurgião plástico. Além disso, é necessário que o paciente tenha um tempo em seu cotidiano para se recuperar completamente da cirurgia, podendo seguir “a risca” todas as recomendações do pós-operatório.

Isso significa que, caso a pessoa tenha disponibilidade de ficar em casa e seguir as orientações médicas durante o verão, essa será a estação do ano em que a cirurgia plástica deve ser feita. Caso contrário, uma operação feita no inverno, aliado a urgência de voltar ao trabalho, pode acarretar em problemas durante o processo.

Como escolher um bom profissional?

Com a cirurgia plástica cada vez mais acessível, também há um aumento no número de profissionais a cada ano, necessitando da atenção redobrada do paciente na hora de escolher o cirurgião que realizará o procedimento. Para assegurar de que o profissional está apto, tome os seguinte cuidados:

Faça perguntas sobre o procedimento e esclareça todas as dúvidas como o nível de complexidade, anestesia, tempo de internação, repouso, e outros. Confira suas qualificações, e procure saber sobre outras pessoas que se submeteram a procedimentos com esse profissional. Indicação dos amigos é um bom começo.

Veja se ele é associado a SBCP, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, assim como se ele é especialista na área em que você quer realizar a cirurgia. É comum encontrar diversos profissionais que não estão associados a SBCP realizando procedimentos, muitas vezes com um preço atraente, porém sem a devida qualificação. Nesses casos, é possível que a cirurgia plástica seja mal sucedida, acarretando em problemas funcionais e estéticos.

Outra recomendação é procurar ouvir as opiniões do especialista. É importante que este médico passe segurança e honestidade, sendo fundamental para que o procedimento seja bem sucedido. Cada tipo de cirurgia plástica possui recomendações específicas no pós-operatório, assim como as individualidades de cada paciente deve ser levada em consideração.

Se interessou pelo assunto? Gostaria de saber mais sobre cirurgia plástica? Não deixe de acessar o site do Dr.Garabet e agende uma consulta. Especialista em cirurgia plástica, possui 25 anos de experiência na prática, é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, e também da International Society of Aesthetic Plastic Surgery.

 

Conheça já nosso e-book exclusivo, baixe agora gratuitamente!