A pandemia decorrente do novo coronavírus (COVID-19) reforçou a necessidade dos  cuidados de higiene pessoal e em objetos e superfícies que usamos constantemente. Muitas dicas ensinam como limpar portas e maçanetas, volante de carros ou a bolsa. Mas, e os produtos de beleza, como ficam?

Segundo pesquisa, uma mulher comum utiliza cerca de 16 produtos de beleza diariamente, entre cremes para rosto, corpo e cabelo, bem como maquiagem. São vários itens que precisam estar em perfeito estado para evitar problemas como alergias ou contaminação.

E, em tempos de novo coronavírus, resta saber: os produtos de beleza também podem ser contaminados pela COVID-19? Acompanhe este post e descubra!

O novo coronavírus pode infectar seus produtos de beleza? 

Estudos revelam que o coronavírus permanece ativo fora do corpo, entre duas horas e três dias, dependendo da superfície, exigindo, desta forma, cautela no momento de higienizar qualquer item — inclusive produtos de beleza.

Ph.D. e virologista da Universidade de Columbia, a Dra. Angela Rasmussen salientou que não há base suficiente para afirmar que o COVID-19 sobreviva em produtos de beleza como cremes e líquidos, assim como produtos em pó.

Contudo, como algumas ferramentas de maquiagem costumam ser feitas com materiais onde o vírus pode sobreviver por alguns dias, é lógico assumir que eles podem ser infectados se usados ​​por um alguém doente.

Sendo assim, recomenda-se que seja feita a limpeza da embalagem e das ferramentas, caso haja dúvidas de que está devidamente higienizada.

Já para o caso de pacientes com o COVID-19, a Dra. Angela tem mais duas dicas importantes:

  1. Jamais compartilhar produtos com outras pessoas — cada uma deve usar o seu;
  2. Jogar fora as maquiagens usadas quando doente, por precaução.

Outra dica que vale para toda mulher é escolher um batom e outros itens de maquiagem essenciais para o dia a dia, deixando-os separados para uso durante a pandemia do novo coronavírus. Quando a crise acabar, por segurança, pode-se descartar esses produtos.

Também é importante revermos alguns hábitos, entre eles, emprestar maquiagem ou cremes, bem como experimentar produtos de mostruário em lojas especializadas (quando elas voltarem a funcionar)

Vale lembrar o caso conhecido de uma mulher que processou uma conhecida marca de comésticos, alegando ter contraído herpes oral após experimentar batom em um estande de divulgação no show de uma cantora famosa.

Maquiagem e pincéis: hora da faxina

Além da limpeza de seu celular e demais objetos, o momento atual pede especial dedicação à limpeza de seus produtos de beleza.

A lavagem de pincéis e esponjas deve ser um hábito regular, assim como limpar a necessaire com maquiagem e as embalagens de produtos, especialmente os que ficam dentro da bolsa ou são usados fora de casa.

Mas, atenção: no momento, a orientação dos principais órgãos de saúde do mundo é para que todos que puderem fiquem em casa como forma de evitar a propagação do novo coronavírus.

Existe no mercado de estética e beleza, muitos produtos para a limpeza de utensílios, como  higienizadores de pincéis — de aplicação simples e eficaz — sprays e sabonetes líquidos, entre outros. Mas, a higiene também pode ser feita com álcool gel 70% ou, de forma cuidadosa, usando água e sabão.

E já que o momento é de organizar a maquiagem, uma boa prática é verificar a data de validade de cada um, jogando fora os que estiverem vencidos — visto que a maquiagem vencida também pode causar muitos danos à saúde.

O novo coronavírus alterou a rotina de todos, exigindo novos comportamentos para proteção individual e coletiva. Os cuidados com a beleza não devem ser deixados de lado nesse período, muito pelo contrário, eles são importantes para manter nossa autoestima elevada e ajudar a superar esse momento.

Se você deseja saber como cuidar bem de você, navegue em nosso site e acesse nosso blog!