Está insatisfeita(o) com aquele excesso de pele ao redor do olhos, na área palpebral? Pois saiba que, sim, existe solução para isso! Trata-se da chamada blefaroplastia. Vamos conhecer a técnica?

Blefaroplastia: O que é e para quem é indicada

Também conhecida como cirurgias das pálpebras, a blefaroplastia é indicada, justamente, aos incomodados com as chamadas bolsas de gordura palpebral —  aquele excesso de gordura que pode localizar-se tanto na parte inferior quanto superior dos olhos —  ou com o excesso de pele na região.

Esses atributos — em geral, adquiridos por conta da ação do tempo — resultam em um semblante com aspecto inchado, envelhecido ou cansado. Ainda, pálpebras caídas ou bolsas de gordura muito salientes podem, até, interferir no campo visual da pessoa. A blefaroplastia, no entanto, é capaz de resolver esses problemas.

Através da técnica, o cirurgião reposiciona ou remove as bolsas de gordura palpebral, e o excesso de pele, conforme a necessidade de cada paciente — e lhe devolve um aspecto mais rejuvenescido do rostoTrata-se de um “injeção de autoestima, além, claro, de recuperar o seu campo visual perdido, se for este o caso.

Vale salientar, no entanto, que, nesse procedimento estético cirúrgico, a remoção das bolsas de gordura, só deve ser realizada quando estritamente necessária. O que acontece é que a retirada desnecessária das bolsas pode levar a um futuro afundamento da região palpebral inferior do paciente — resultando em uma espécie de “encovamento dos olhos”. Sendo assim, cada caso deve ser muito bem avaliado por um cirurgião plástico experiente, para que não haja alteração das característica naturais de cada pessoa.

Procedimento: como funciona 

Na blefaroplastia, o paciente passa, basicamente, por três etapas. São elas:

1) Anestesia: Que pode ser local ou geral.

2) Incisão: Nas pálpebras superiores, a incisão é feita na prega; já nas nas inferiores, o corte é realizado abaixo da linha dos cílios. Ambas com o objetivo de reposicionar ou retirar os excessos de gordura e de pele da região.

3) Fechamento das incisões: Para fechar as incisões das pálpebras superiores são usadas suturas removíveis e adesivos de pele. Ainda, para remover eventuais colorações escuras nas pálpebras inferiores, pode-se usar um peeling químico ou a laser

Mas, quando será possível ver os resultados da blefaroplastia?

Os primeiros resultados da cirurgia de pálpebras já poderão ser observados no final da primeira semana após feito o procedimento — que é quando o inchaço na região começa a ceder. O resultados final da blefaroplastia, entretanto, só poderá ser visto depois de cerca de três meses da realização da técnica.

Nesse sentido, também vale destacar que as pálpebras costumam cicatrizar bem, situação que facilita a recuperação rápida da área do olhos. Além disso, as cicatrizes nesse procedimento, na maioria dos casos, ficam praticamente imperceptíveis.

Sobre a Clínica Dr. Garabet

Localizada no bairro Jardim Paulista, na cidade de São Paulo (SP), a  Clínica Dr. Garabet é totalmente focada no bem estar dos seus pacientes, bem por isso, conta com uma moderna e confortável estrutura — que inclui, por exemplo, ampla sala de espera e salas de procedimentos equipadas com tecnologia de ponta.

O profissional que nomeia a clínica é o  Dr. Garabet Karabachian Neto (CRM SP-34897), especialista em cirurgia plástica, e renomado na área. Ele possui 25 anos de experiência na prática cirúrgica, e é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Garabet frequentou centros de excelência em cirurgia plástica mundialmente reconhecidos. Ao longo dos anos, aprimorou sua técnica cirúrgica e desenvolveu elevado senso estético. Atualmente, o médico é um dos mais requisitados cirurgiões plásticos quando o assunto é cirurgia estética.

Para mais informações sobre blefaroplastia, ou para marcar uma consulta, entre em contato com a Clínica Dr. Garabet!