Conhecida por ser um procedimento simples, mas que oferece excelentes resultados, a cirurgia de pálpebras ou blefaroplastia é indicada para mulheres e homens acima dos 30 anos que querem dar fim ao aspecto cansado e envelhecido causado pelo excesso de pele, músculo ou gordura na região.

Está pensando em submeter-se ao procedimento, mas ainda tem dúvidas sobre os detalhes envolvidos no pós-operatório e os resultados que poderão ser obtidos? Então acompanhe a leitura e saiba mais!

Cirurgia de pálpebras: o que esperar?

A cirurgia de pálpebras é a solução ideal para quem busca uma aparência mais rejuvenescida e se sente incomodado com o excesso de pele na região das pálpebras ou com bolsas de gordura abaixo dos olhos, que deixam o rosto com um ar mais cansado e envelhecido.

É preciso ter em mente que embora os resultados não demorem a aparecer — em geral, ao fim da primeira semana após a realização do procedimento já é possível notar alguma diferença — o normal é sua aparência primeiro pareça pior para depois melhorar.

Isso porque hematomas e inchaços são não só comuns como bastante esperados após a realização da cirurgia de pálpebras.

Por isso, ainda que não seja obrigatório fazer repouso absoluto, o ideal é que você programe-se para fazer o procedimento em um período em que possa estar ausente de eventos sociais para que possa descansar mais tranquilamente.

Normalmente, é possível ter uma boa ideia dos resultados cerca de 1 mês após a realização do procedimento, e os resultados finais aparecem aos 3 meses.

Mulheres que já possuem muita flacidez na região correm o risco de sofrer com queda na pálpebra novamente, com o passar dos anos, devido ao envelhecimento natural da pele.

Em qualquer caso, no entanto, a blefaroplastia oferece resultados expressivos, deixando o olhar muito mais descansado, leve e rejuvenescido do que antes da cirurgia.

Cirurgia de pálpebras: entendendo o pós-operatório

A cirurgia de pálpebras é realizada com anestesia local com sedação leve, o que garante que você não sentirá qualquer tipo de dor durante o procedimento cirúrgico.

No pós-operatório, as reações costumam variar de acordo com a sensibilidade à dor de cada paciente, mas geralmente os relatos são de um leve desconforto na região, que pode ser amenizado com analgésicos prescritos pelo cirurgião plástico.

Adicionalmente, é recomendado a aplicação de compressas geladas para atenuar o inchaço característico do pós-operatório. O inchaço, aliás, também pode deixar a visão embaçada nos primeiros dias após a cirurgia, sintoma que pode ser amenizado com o uso de colírios também receitados pelo médico.

Além disso, o profissional deverá fazer algumas recomendações básicas que visam a recuperação mais rápida e a manutenção dos resultados:

  • evite fumar nos 2 primeiros meses após a cirurgia para evitar problemas de cicatrização;

  • lave a região normalmente, com água e sabonete neutro;

  • evite fazer esforço físico excessivo na primeira semana, até a retirada dos pontos;

  • nos primeiros 30 dias, sempre que for sair de casa, utilize óculos de sol e protetor solar na região, já que a exposição ao sol pode comprometer a cicatrização e provocar manchas na pele;

  • não use lentes de contato nos primeiros 10 dias após a blefaroplastia;

  • nos primeiros 15 dias, o ideal é dormir com a barriga para cima, com um travesseiro sobre o pescoço, de maneira que a cabeça fique mais elevada que o tronco. Passado esse período, é possível dormir de lado;

  • evite atividades aquáticas, como natação, hidroginástica ou mesmo entrar no mar ou piscina nos primeiros 30 dias após a cirurgia;

  • não use maquiagem na região dos olhos nos primeiros 15 dias, exceto o corretivo, que pode ser usado desde o primeiro dia para ocultar os hematomas;

  • siga sempre as recomendações do cirurgião plástico específicas para o seu caso.

Quer saber mais sobre o pós-operatório? Então baixe agora mesmo o E-Book Cuidados no Pós-Operatório de Cirurgias Plásticas: garanta o sucesso no resultado da sua cirurgia e volte rapidamente à rotina!

Embora seja um procedimento relativamente simples, é fundamental que a paciente busque sempre um profissional que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e com experiência comprovada na realização da técnica.

Desconfie sempre de médicos que oferecem cirurgias com preços muito abaixo daqueles praticados no mercado e cheque sempre no site oficial se o profissional conta com infraestrutura completa para atender as pacientes com conforto e bem-estar.

Gostou de saber um pouco mais sobre o que esperar da cirurgia de pálpebras e o funcionamento do pós-operatório? Se você ainda tiver alguma dúvida, envie uma mensagem diretamente para o Dr. Garabet! Ele terá o maior prazer em respondê-la!